"E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação." (Romanos 5:11)

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

"...Porque quando me sinto fraco, então é que sou forte."





“Foi bom para mim ser afligido, a fim de aprender vossos decretos.” (Salmos 119,71)
Existem dias em que nada parece dar certo? Daí nos frustramos? Mas por que a frustração? Por que temos tal sentimento no nosso peito? Portanto, qual o propósito para uma frustração?
“Eis por que sinto alegria nas fraquezas, nas afrontas nas necessidades, nas perseguições, no profundo desgosto sofrido por amor de Cristo. Porque quando me sinto fraco, então é que sou forte.” (II Coríntios 12, 10)
A frustração é – e todos sabemos na vida prática – uma expectativa que não foi preenchida, correspondida.
Uma pequena coisa dá errado e começamos a lutar mentalmente contra ela. A frustração começa a colocar pensamentos inesperados
em nossa mente. Estamos comendo, ou andando, dentro de um ônibus… E aí vem a terrível lembrança de algo que não deu certo. Nossa frustração vira sentimento de derrota e fracasso e começa a nos massacrar.
As coisas, os tais problemas são eventos externos e as emoções são internas. E os eventos externos apenas afetam nosso mundo interior se permitirmos.
O que o diabo quer é nos convencer a misturar as coisas e no final, nos deprimir, nossa conclusão acaba sendo sempre à pior. Mas o porquê muitas vezes nós sofremos frustrações é bastante lógico.
Deus tem uma pedagogia de nos ensinar três palavras: o SIM, o NÃO e o ESPERE.
Não importa qual seja a causa ou o efeito da frustração. Aí está a excelente oportunidade de retirar de dentro de nós uma ação positiva. O poder de superação que só Deus pode nos dar.
Louvemos a Deus. Não pela frustração. Mas apesar da frustração. Acreditemos, Deus não nos quer frustrados. Deus nos quer realizados e felizes. Sabendo reagir diante dos problemas, sabendo que nem tudo é para acontecer só por que desejamos.
Existe um aprendizado que as frustrações ensinam a respeito dos nossos limites pessoais, das pessoas, dos fatos ao nosso redor: É Deus que permite que enormes frustrações nos sobrevenham para nos formar.
As pessoas que nunca sofreram não se educam nas coisas mais simples da vida. No auge de um problema aparentemente sem solução vemos que, de fato, só nos sobra Deus. A frustração pode ser uma grande bênção se soubermos não desperdiçar a chance.

2 comentários:

www.gloriosojesusblogger 14 de setembro de 2010 22:52  

Com certeza este é um blog para reflexão e meditação.Fique com Deus, menina.
Um abraço.

Virgínia Patrícia 4 de dezembro de 2012 16:08  

Amém